terça-feira, 28 de julho de 2009

Observar e Absorver



Muitos olham, poucos vêem; muitos falam, poucos dizem;
muitos escutam, poucos ouvem; muitos observam, poucos absorvem.
Nas ilhas, privilégios. E o oceano sem direito.
Em áreas privativas, o mundo parece perfeito.
Tempestade previsível, mas não se quer enxergar,
fugir vai ser impossível, quando a tsunami chegar.

6 comentários:

  1. "Há algo de errado.
    Jogo pedras no lago,
    e ao invés de círculos,
    vejo quadrados"
    Poesia do livro Pele de Alessio Di Pascucci
    Eduardo curti saber de sua existência no mesmo planeta em que vivo. Abç

    ResponderExcluir
  2. Muito maneiro o desenho, muito bom o nome do blog, e muito, muito bom o texto.

    ResponderExcluir
  3. Paranô-psicodélico. Muito bom!

    ResponderExcluir
  4. O livro Apocalipse explicado em poucas palavras... religiões simplesmente são o que elas são: religiões.

    ResponderExcluir
  5. Somos privilegiados de ter acesso as escritos de Eduardo Marinho que de marinho não tem nada, daqui a 20 ou 100 anos tudo isto vai ser mais estudo que todos os grandes filosofo da grecia antiga digo isto por que o cara e um enviado as semente que planta vão floresce nunca me senti dicipolo de niguem mas me sinto dicipolo de Eduardo o cara saber muito de verdade sofreu muito para nos abri os olhos termos que agradecer. parabens.

    ResponderExcluir

observar e absorver

Aqui procuramos causar reflexão.