quarta-feira, 3 de março de 2010









"É possível acabar com a exploração dos pobres, não matando alguns milionários, mas esclarecendo os pobres para que deixem de colaborar com os exploradores"

"Sejamos a mudança que queremos no mundo"

"Saber e não fazer, ainda não é saber"

"Não há caminho para a felicidade, a felicidade é o caminho"

Mohandas K. Gandhi, o Mahatma

16 comentários:

  1. Fala Eduardo,

    Vou colocar seu blog no favoritos, muito legal suas artes e suas ideias, o video no youtube ficou muito bom.

    Parabens

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Amigo Krisna (percebi o engano a tempo - rs)
    diante do desqualificativo "cordeiros rebeldes", quero lembrar que cordeiros não se rebelam. Quanto aos "tigres enfurecidos", podemos ver, observando a história, que os maiores prejudicados com este tipo de ações são populações pacíficas, não beligerantes, trabalhadores dos campos e das cidades, que sofrem massacres, têm suas plantações destruídas, são expulsos de suas terras e integram enormes contingentes de refugiados. Famílias são desfeitas, exterminadas, torturadas, perseguidas, apenas por suspeitas de colaboração ou por estarem no caminho de forças armadas. Há quem não se importe com isso e chame de "efeitos colaterais necessários", como temos até exemplos bem recentes.
    Eu me coloco em outro viés e tenho aplicado minha vida de acordo com minha consciência. Não me arrogo em "portador da verdade", como vemos tantos revolucionários por aí. Mas mantenho minhas opiniões, sempre pronto a mudá-las no momento em que perceber algum equívoco, como tenho feito ao longo da minha vida. Sigo na luta, ciente da necessidade de atuação em todas as frentes possíveis, cada um de acordo com sua própria consciência, sem perder tempo ou energia na condenação de métodos diferentes dos meus.
    Um grande abraço,
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  4. Companheiro... Parabéns por todas as suas colocações ! Vi seu vídeo no orkut e fiquei pasmo. O interessante é saber que você é um cara que sempre alcançou os objetivos que a maioria das pessoas almejam NA sociedade e mesmo assim os recusou. Não sei se você completou o seu curso superior de Direito, ou se tem alguma formação superior em alguma outra área, mas o que eu quero dizer é que não é necessário se esconder atrás desses valores hierárquicos da sociedade para compreender tudo o que se passa. Ao contrário de Olavos de Carvalhos da vida que têm as melhores formações e que ao meu ver falam, falam, falam e não dizem nada.

    ResponderExcluir
  5. Outra coisa... É um tanto assustador achar impressionante essas reflexões suas, não acha? Você não acha que deveria ser normal existir pessoas pensantes no seio da sociedade? Ao mesmo tempo que acho brilhante a existência de pessoas assim, considero primordial e BÁSICA a existência de pessoas assim... PENSANTES, REFLEXIVAS... Enfim, parabéns e digo que conquistou um seguidor, ficarei ligado nas novidades do teu blog. Um forte abraço !

    ERRATA: Onde está "Ví seu vídeo no orkut" lê-se "Ví seu vídeo no YOUTUBE.

    ResponderExcluir
  6. Hey Eduardo. Tudo bem? Meu nome é Ingrid e pra quem me conhece sou um tanto precoce.
    Como todos os outros aí de cima, também vi seu vídeo no youtube, indicado por um amigo muito envolvido nos seu tipo de pensamento, parece que esse vídeo fez sucesso hein!? Espero que tenha feito mesmo, e tenha feito as pessoas pensarem sobre o que é pensar, pensar para debater, recusar, propor. Pensar para não "engolir" qualquer coisa. Enfim, partilho de grande parte dos seus interesses, eu também não sei (como você não sabia) o que fazer para me enquadrar na sociedade, e ainda não me decidi o que é que eu vou fazer. Qual deve ser meu futuro, qual carreira escolher, faculdade, etc... todas as coisas que se espera de uma aluna de 3º ano do Ensino Médio.
    Só pra concluir e não te cansar muito vou fazer um comentário sobre um trecho: "Saber e não fazer, ainda não é saber". O desejo está ardendo, eu só ainda não decidi o que fazer com ele, talvez eu 'ainda não saiba'. E à respeito do mundo, enquanto houverem pessoas que se apoiam nas outras e só pensam em sim mesmas, o mundo vai continuar assim, o mundo precisa de Deus, só Ele pode ajudar a cada um para que mude a si mesmos, e isso beneficie a coletividade... Parabéns pelo blog, e por nos permitir conhecer você e seus ideais...!
    Ingrid. 'Enjoy the silence~

    ResponderExcluir
  7. O mundo precisa da não-existência de Deus cara Ingrid... Por Deus as pessoas se acomodam na mizeria, que acham que vão para um lugar melhor e não conseguem pensar que se deve fazer o céu aqui, agora, na terra, ninguém muda no conformismo de Deus e se não lhe chegou a notícia ainda... Deus está morto.

    ResponderExcluir
  8. Está faltando uma vírgula depois de "Deus", caro Enrique... Procura direitinho que cê vai ver que a causa das pessoas se acomodarem na miséria não tá num Deus que se consiga imaginar ou sentir. A causa tá por aqui mesmo e não tem nada a ver com a crença em Deus, não. Sabotagem do ensino público e controle nas comunicações. O povo é ignorantizado pela "educação" e imbecilizado pela mídia.

    ResponderExcluir
  9. Encontrei entre religiosos lutadores de primeira ordem. Disposição e índole revolucionária estão espalhadas por aí, cada um à sua maneira, alguns em grupos, alguns não. A causa de se mobilizar ou não está dentro de cada um. O resto é pretexto pra seguir sua índole. Você nega a existência de qualquer relacionamento entre o visível e o invisível? Você nega a existência de qualquer ser em formas imperceptíveis aos nossos sentidos corporais? Não há nenhum tipo de vontade não corpórea, no sentido físico da palavra? Ancestrais, nada, morreu, acabou, não existe mais? É isso aí?

    ResponderExcluir
  10. Eu não tenho nenhuma religião, mas respeito todas e vejo todas funcionarem, bem ou mal, com uns e outros, melhorar algumas pessoas, gente de bom espírito e de todo tipo. Não depende. Ateus também os há de todo tipo, não vejo muita importância do que as pessoas pensam como religião, mas no que fazem, como tratam as outras pessoas, que sentimento emanam. Importante se transmite na freqüência vibracional de cada um.

    ResponderExcluir
  11. Olá Eduardo, meu nome é Elisângela. Gostei muito de conhecer um pouco de sua história assistindo seu vídeo no Youtube.
    Eu admiro muito a sua coragem, pois é difícil acreditar que existam pessoas que abram mão de algo que é tao almejado por milhares,como riqueza,conforto,privilégios, enfim "vida boa".
    Mas quando agente se depara com um caso como o teu é que percebemos que dinheiro não é tudo.
    Parabéns!!

    ResponderExcluir
  12. Olá Eduardo. Sou mais um que chegou ao blog pelo video. Parabéns!

    Gostaria de usar este desenho, posso usar?

    ResponderExcluir
  13. é por existir pessoas como você que eu ainda acredito q o mundo pode mudar, e não me sinto tao só nessa batalha
    'muda porque quando a gente muda o mundo muda com a gente'

    ResponderExcluir
  14. Já leu o livro "Desobediência Civil" do anarquista Henry Thoreau? Foi o livro que inspirou Gandhi, e tenho que dizer, é excelente. Confira-o no site do coletivo Protopia:

    http://pt-br.protopia.wikia.com/wiki/A_Desobedi%C3%AAncia_Civil

    ResponderExcluir
  15. não vou esperar para depois...
    eu não sei o que quero ser, mas sei o que não quero ser
    Inspiração

    ResponderExcluir

observar e absorver

Aqui procuramos causar reflexão.