terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Alguns pensamentos esporádicos que pude anotar nesses dias... achei agora aqui.

Disseram que o mundo era uma arena competitiva, um mundo cruel onde vence o mais forte. Tive medo, tive raiva, competi, perdi, ganhei, comecei a ficar forte e ganhar mais. Até ser natural ganhar. Então percebi a tristeza dos vencidos. Não gostei de produzir este sentimento. Acabou minha alegria. Ganhar incomodou. Que valor tem a alegria da vitória, se ela é construída em cima da tristeza dos vencidos? Não gostei e não quis mais. Mentira. O mundo não é um campo de batalha. E os meus irmãos não são meus inimigos. Não quero a derrota de ninguém, não quero competir. Não preciso vencer na vida, preciso mesmo é viver. E a idéia de vencer, na verdade, me inferniza a vida. Desde aí, nunca mais pretendi vitória nenhuma. E minha vida ganhou paz e fluxo, se mostrou como um manancial de ensinamentos, de aprendizados, de ganhos que se dividem sem diminuir, ao contrário, essa riqueza se multiplica quando é dividida.  
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Como quando se trata com uma pessoa mentirosa, depois que percebi a quantidade de mentiras que a sociedade me conta, deixei de acreditar no que ela me diz. É convenção, desconfio. Vem de instituições, não acredito. Há sempre interesses por trás. Sempre? Não, há exceções. Mas a regra é essa. Que se desenvolva o discernimento pra perceber. Aí há um trabalho interno. Somos prisioneiros cotidianos de valores fabricados e falsos, de comportamentos induzidos, de objetivos que não satisfazem o espírito humano e de uma vida vazia de significado além da forma, da matéria, da superfície.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A freqüência pessoal determina simpatias e antipatias pela vida, sintoniza pessoas e acontecimentos, influencia sentimentos e situações. Esta freqüência é emanada por cada um, permanentemente, com as variações de momento, mas com a base pessoal, única, formada por temperamento, visão de mundo, caráter, desejos, sentimentos, conceitos, valores, pelo corpo abstrato do ser, de cada indivíduo. Sintonizamos a nossa freqüência e a realidade que vivemos se faz a partir daí. Como disse Einstein, “isso não é filosofia, é física”. (28.12.15)
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Quem pretende vencer, pretende a derrota de outros. Não é um bom desejo pra se abrigar. Assim se estabelece a sintonia da disputa, do confronto, do conflito. Esta é a forma de relação induzida e estimulada por este modelo de sociedade que se alimenta de exploração, angústia, miséria, ignorância, abandono e sofrimento. Uma estrutura social que nos atira uns contra os outros, em busca de vitórias enganosas da forma sem conteúdo, sacrificando a alma em nome do falso vencer pra poucos, da derrota pra muitos e pro inferno pra todos. E que culpa as próprias vítimas.  (28/12/15)
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A sociedade está tão impregnada de valores falsos quanto cada um de nós. Quem quiser pensar em mudanças sociais deve olhar pra dentro de si mesmo, enxergar seus próprios condicionamentos e trabalhar o próprio íntimo, nos padrões impostos pelo incessante massacre escolar, cultural, artístico, comportamental – em todas as áreas da sociedade. As reformas íntimas são fundamentais nas reformas sociais. Sem elas, toda contestação é falha, fraca, carente de verdade. E os contestadores – se dizem “revolucionários” – exercem plenamente os condicionamentos esterilizantes, orgulhos e vaidades, sentimentos de superioridade, compulsão ao confronto, ao conflito, visão superficial, alcance socialmente nulo – como vemos já há séculos. Vivem isolados em seus pequenos grupos, cheios de bandeiras e arrogância, incapazes de falar a língua geral, de se misturar com a população, de servir de informações e conhecimentos que são intencionalmente vetados à maioria. Acreditam que o fato das pessoas não serem acadêmicas as torna “ignorantes”, convenção imposta e esterilizante, desunião estratégica e planejada. Esses “revolucionários” acabam, no final das contas, servindo à fachada de uma falsa democracia, que os aponta como prova de que o sistema é democrático, “eles podem falar assim porque estamos numa democracia” e é uma grossa mentira. Eles podem falar assim porque não têm poder de mobilização, de conscientização, de contaminação. E porque servem ao cenário construído pra enganar o povo, sem nem perceber, acreditando que estão fazendo “a revolução”. Repito, a revolução interna, íntima, é fundamental pra qualquer idéia de revolução social. (28/12/15)
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Quando digo que as instituições estão infiltradas, influenciadas e dominadas pelo poder real sobre a sociedade; que o controle dos poucos podres de ricos está estabelecido e não há caminho institucional pras mudanças necessárias; que o próprio Estado está seqüestrado e voltado contra a população sempre que os interesses econômicos o obrigam; aí alguns perguntam, "então qual é a saída, qual é a solução?"

Não há solução nem saída. O que há é o caminho e caminhamos nele. Podemos escolher como caminhar, mas costumamos caminhar como nos mandam, como nos induzem, como nos condicionam e nos fazem crer que é melhor. Mentiras interesseiras nos conduzem. E, quando nos revoltamos, há modelos de revolta programados. Levamos os condicionamentos à frente, em iludidas lutas por mudanças. Não estamos em tempos de luta, as lutas são programadas pelo sistema pra se manter. Estamos em tempos de serviço, de trabalho, de instrução, de informação, de conscientização. Lutar é uma ancestralidade a ser superada na evolução humana, como tantas outras foram, são e serão, mas o sistema incita a competição, o confronto, a disputa, estimula e atiça ao máximo - pela mídia avassaladora e seu massacre publicitário, pelo modelo de educação enquadrador, pela arte e pela cultura em geral, transformadas em produtos de consumo e celebrismos. O confronto é fácil pro controle do sistema social. O domínio dos parasitas podres de ricos não teme o confronto, o aparato da segurança pública taí pra isso. O que essa corja teme, e treme de pavor e ódio, é a instrução, a informação, a solidariedade, a autonomia, a tomada de consciência, o esclarecimento e a união dos povos. Esse é o trampo, desde muito antes de nascermos e até muito depois de morrermos. É preciso dar sentido à vida e o caminhar é permanente. (5.1.16)


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

51 comentários:

  1. "As reformas íntimas são fundamentais nas reformas sociais"

    Eduardo, essa frase tua sintetiza a postura que qualquer ser humano deve adotar ao viver a vida - seja neste mundo ou em outros.

    O Drama Milenar da humanidade sempre foi o dualismo. Vemos tudo como antagonismo a ser combatido a ferro e fogo, sem percebermos que se trata de uma coisa só. Eu costumo dizer que não há Reforma Íntima sem Justiça Social - e não há Justiça Social sem Reforma Íntima. Porque o trampo é bidirecional. Ficar só de um lado acaba atrofiando o outro.

    Como você diz, consciência é a palavra chave. Tudo parte do íntimo e se materializa aos poucos. Mas a origem é sempre no imponderável. O mundo das idéias e sentimentos - que apontam para uma essência desconhecida pela mente racional...um algo a mais que encanta e apavora simultaneamente. sempre...

    O caminho é permanente mesmo. Vida é transformação, é fluxo, é superação na dor e dilatação da consciência com a vivência. O viver intensamente (no bom sentido!) supera em muito o estudar. Quando a pessoa capta essa verdade no íntimo sua postura de vida passa a ser outra. Mas o que mais gosto em você é essa sua capacidade de atuar na frente coletiva e interior, coordenando-as e relacionando-as sem discursos rebuscados. Porque só essa UNIDADE pode nos levar a fugir desse labirinto mental, materialista, consumista, egoísta em que nos prendemos.

    Somos escravos de uma forma mental e mesmo os conscientes correm riscos de serem seduzidos e conduzidos pelas coisas do mundo. Despertar consciências é (como você sempre transmite) o maior trampo de todos. É tão valioso...tão importante, que o mundo não é capaz de reconhecer. Passa em branco. Especialmente perante nossas instituições, que operam de modo engessado na horizontalidade profana.

    Tuas idéias, tua vida, tua atitude me fazem lembrar Pietro Ubaldi e Huberto Rohden, dois grandes autores que não apenas fizeram Obras incríveis mas viveram elas. Conseguiram captar a essência da vida. A finalidade dela. Os últimos problemas. Partindo dessa atmosfera sublime eu acredito que qualquer ser humano pode agir aqui, no real (de hoje), no prático, no concreto, na dificuldade e restrição do dia-a-dia, com uma ousadia inteligente.

    Viver conforme se sente é o mais importante mesmo.

    Um dia eu queria chegar ao ponto de viver como tu vive (interiormente), e ter a força para superar todos os medos que esse sistema, sustentado pela inconsciência de muitos, inculca em nossas mentes.

    Abraços ! ;)

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que pancadão, fiquei até sem palavras...

    ResponderExcluir
  3. me emocionei Eduardo, vc consegue traduzir em palavras alguns sentimentos que são indizíveis por vezes, não consigo escrever nem falar de modo tão lindo assim, mas me identifico imensamente com o sentimento que está nas sua escrita, afinal, não estamos por aqui para "vencer" na vida, passando em cima de sentimentos, em cima dos outros habitantes deste planeta, se existe alguma forma de "vitória" em nossa passagem por aqui deve ser aquela do sentimento, sem ser piegas, aquela do coração...

    ResponderExcluir
  4. Para que haja pacifismo no mundo é necessário a tomada de consciência. Temos que aprender que a maioria da população é condicionada assim como nós (não sabemos se ainda possuímos certo grau de condicionamento), eles não sabem o que fazem. Temos que observar sempre nossas falhas interiores e a partir delas desenvolver uma compaixão com o próximo. É um trabalho lento e gradual, requer paciência. Admiro suas postagens, Eduardo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bernardo, Concordo com você... Você já pensou em algo que poderia incentivar uma melhora?
      Se o egoismo diminuir por essa revolução no interior do ser humano, e a conscientização mútua. Já pensou em como poderíamos incentivá-la?

      Excluir
    2. Cegos não guiam outros cegos. Que cada um reconheça a sua própria cegueira e trabalhe em si mesmo, e se estará trabalhando o mundo. Conscientizar os outros é uma idéia arrogante. Ninguém conscientiza ninguém, as pessoas se conscientizam, quando se dispõem a isso, por vontade própria. Antes de querer conscientizar outros, é preciso perceber o próprio trabalho, interno e permanente. Nada é mais forte do que o exemplo verdadeiro.

      Excluir
    3. Cara, estou fascinado com suas idéias as vezes penso muito em relação a sociedade, e vivo muitas vezes dentro do sistemas, acredito muito na forma que você passa com suas palavras me faz acreditar que você e diferente de tudo isso que vivemos, pois o sistemas, nos mostra felicidades momentâneas, que acabam que nos deprimindo ao saber que era apenas um momento, viver é saber lidar com sua volta, esse sistema que nos faz viver através do que olhamos, é uma farsa que luto diariamente contra a futilidade das pessoas, e através dos seus videos eu reflito demais assim querendo não só aprender, e sim ensinar, sua ideologia é sensacional não por falar assim tão bem mas por você transparecer, e vejo que você faz o que é mais difícil, que é viver da maneira que fala. Isso que você passa é um sentimento tão bom que percebo que estamos sim querendo enxergar o que tem atras da janela escura, que é a sociedade de bens, precisamos nos deixar a razão e sim viver com o sentimento!!!! quero muito ainda te conhecer!!!

      Excluir
  5. Muito bom irmão! Suas ideias passadas me lembram muito Krishnamurti. Gratidão e luz!

    ResponderExcluir
  6. Revolução Interna... Paz interior como meta de vida.

    "Há dois erros que se pode cometer no caminho da verdade: Não partir e não ir até o fim!" - Dalai Lama

    Ótimo Trabalho!

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Galera!!! Criamos um Abaixo-Assinado!

      Não conheço muito como funciona petições públicas mas criamos uma abaixo assinado para que seja obrigatório para prefeito, vereadores, parlamentares e afins a prestação de serviço voluntário em escolas e hospitais ao menos uma vez por mês!!!

      Motivo: A criação de leis torna-se mais coerente quando seus aprovadores conhecem a perspectiva daqueles que são afetas diretamente por elas. Se Eduardo Marinho estiver certo, a revolução é interna. Se a conscientização é o caminho da melhora, e se a habilidade de se colocar no lugar dos outros pode desenvolver virtudes na humanidade, vamos incentivá-la!
      Assinem e ajudem a divulgar a petição para ela ganhar voz!

      http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR86695


      fonte:
      wwww.portalpordiadema.com.br - Menu - petições públicas

      Excluir
  8. Cara, Confesso que cada email que me respondeu, eu senti um tapa na cara!!!

    Sei que a maioria das pessoas que frequentam o seu blog percebem o quanto temos que aprender sobre a essência humana...
    A humildade prevalece neste lugar chamado aprendizagem.
    Este é o meu texto em homenagem a tudo o que consegui absorver

    O importante não é o objetivo mas o motivo
    O que nos move é o objetivo e o que nos mantém resistentes é o motivo.
    É Pelo 'porquê' que você enfrenta e é pelo 'O que' que você chega.
    Quem sonha alto vai longe, quem sonha baixo não sai do lugar.
    Quem tem fundamento resiste, quem encontra significado suporta qualquer coisa!
    Só quem encontra alicerce para aquilo que almeja continua sua jornada.
    Adoecer é basear sua vida em erros humanos.
    Viver é ter o propósito de uma jornada e é nela que se aproxima de alguma satisfação.
    Não são seus sonhos que te fazem encarar o que vier, são os motivos por trás de seus sonhos!
    Não são seus motivos que te fazem andar, é o objetivo alimentado por estes motivos.
    O Erro não é buscar o sentido da vida, o erro é esquecê-lo dentro de você!
    Veja a sua volta O que move adultos e crianças?
    Só quando se é criança que o objetivo é igual ao motivo.
    O propósito, objetivo e fundamento de uma criança é brincar.
    Ela brinca porque brinca. Brincar é tudo que importa e tudo que existe!
    Em algum momento que não se sabe quando a criança decide brincar de ser adulta.
    Em outro momento que não se sabe quando o adulto esquece que era uma brincadeira.
    Só a vivência longe do conformismo e do conforto me farão ver as coisas de uma forma mais verdadeira!
    Adultos que esquecem sua essência oscilam suas metas.
    Procuram infantilmente sua satisfação em bens materiais e então se frustram.
    Preferem limitar seus propósitos do que mergulhar dentro de si para aperfeiçoá-los!
    Preferem diminuir seus sonhos do que olhar para dentro de si e expandi-los!
    Existe uma revolução invisível acontecendo lentamente... mudando o propósito de um instinto animal para uma causa humana.
    Os revolucionários não são aqueles que optam por lutar, são aqueles que optam por servir.
    Não são aqueles que querem revolucionar, são aqueles que se tornaram a revolução.
    São pessoas que você não consegue ofendê-las.
    Porque propósitos mesquinhos não fazem mais parte do seu mundo.
    Orgulho, arrogância, violência e egoísmo não pertencem ao seu caráter.
    Discussões ofensivamente críticas são naturalmente infantilidade para esses seres.
    Quando fala, são palavras que se forem aceitas com humildade por quem a houve, modifica um alicerce, faz homens que se acham alguém perceber que não são nada.
    Palavras que transformam orgulho em vergonha, egoísmo em infantilidade e erro em aprendizado.
    Para essas pessoas com tal energia contagiante e indestrutível, tudo é claro e tudo que falam é óbvio.
    Mas o que é o óbvio se não a melhor maneira de enganar os homens com os motivos errados para viver?

    ResponderExcluir
  9. Isso mesmo...

    Penso que todas essas mentiras, valores impostos que geram toda angustia, sofrimento nas pessoas pois elas pensam que tem que vencer, ter o melhor emprego, melhor casa, carro do ano, status e quando não conseguem ou sentem um vazio por tudo isso não fazer parte delas vão ficando angustiadas, a mudança está no interior, na mentalidade das pessoas enxergarem o que está em volta delas, a mudança está em si como você disse Eduardo, teríamos um mundo com pessoas mais calmas, mais humanas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo... já pensou em algo que poderia melhorar as coisas? Se o egoismo diminuir por essa revolução no interior do ser humano, já pensou em como poderíamos incentivá-la?

      Excluir
    2. Fazer em si o que se quer fazer no mundo é a melhor maneira de fazer no mundo. Melhore por dentro e melhorará o mundo. Sem isso, o caminho é o da tentativa e frustração. Questão de tempo pra desistência e pra vida sem sentido. Ou com os sentidos que a publicidade apresenta, as induções seduzem, a cultura do consumo se impõe como normal, além de ideal.

      Excluir
    3. Fazer em mim o que eu desejo nas pessoas do mundo...
      E fazer em minha cidade o que desejo no mundo

      Excluir
  10. É certo que há uma cultura altamente inconsciente e consumista que sequer para pra refletir sobre as causas sociais problemas cotidianos ,que trata com descaso e egoismo tudo que não é padrão ,mas isso não é só em meio a ricos .A mídia conseguiu contaminar seus interesses financeiros e apregoar valores fúteis e que são tratados como necessários tornando pessoas refens do propio desejo,que sabemos que na maioria das vezes será impossível devido à situação financeira do indivíduo .O resultado são pessoas doentes e infelizes trabalhando em dois três empregos para sustentar o querer que clama por dentro que nunca se sustenta.realmente a evolução está cá dentro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Concordo... já pensou em algo que poderia melhorar as coisas? Se o egoismo diminuir por essa revolução no interior do ser humano, já pensou em como poderíamos incentivá-la?

      Excluir
    3. Com o exemplo, a melhor maneira de incentivar é com o exemplo. O trabalho sincero em si mesmo, com profundidade e humildade pra reconhecer as próprias correções a fazer, é o melhor incentivo, o mais contaminante, o que impõe mais respeito.

      Excluir
    4. Valorizando o mais o interior do ser humano do que a aparência?

      Já imaginou uma rede social anonima? Onde a publicação teria uma categoria específica como saúde, educação, lazer, achados e perdidos, motos e carros roubados, abaixo assinado...

      Eduardo, Quero que olhe para a parte mais esperançosa dentro de você... poderíamos incentivar pessoas abrirem seus olhos?
      Se o sistema ao nosso redor nos incentiva a outro caminho, e nós percebemos isso, porque não criar um sistema público que incentive pelo caminho da solidariedade, união e conscientização?

      Excluir
    5. Concordo que o exemplo é o melhor incentivo... mas poderíamos incentivar pessoas a entender qual o melhor incentivo! Uma rede social anonima, usuários não teriam fama. Ou a publicação seria para o bem de todos ou não existiria. Não teria como alguém querer merito ou valorizar a aparência, incentivar o orgulho...
      Incentivaríamos a humildade e a interiorização do ser humano... não é esse o caminho?

      Excluir
    6. Pelo jeito cê tá mais a fim de trabalhar "outras pessoas"... Já atingiu a perfeição?

      Excluir
    7. Não... mas quero estar no caminho... não crendo em verdades absolutas, ou me achando o dono da verdade. Como disse Mahatma Gandhi: "O amor e a verdade são as duas faces de Deus, o amor é o caminho a verdade é o fim"
      Só acho que o site www.portalpordiadema.com.br é uma grande ideia para o incentivo de uma revolução interior . Eu posso dar 'bom dia' para um desconhecido e ele pode me retribuir com um sorriso. Mas se ele me retribuir com uma resposta arrogante eu tenho que parar de dar 'bom dia' para quem eu não conheço?

      Excluir
    8. Trabalho unicamente em mim mesmo. O resto é conseqüência que não escolhi, nem decidi, apenas assumi como quem tem um dever moral. A pedido, não por iniciativa minha. Tenho minhas falhas e minhas inconsciências pra tratar, não pretendo nem pretendi conscientizar ninguém além de mim mesmo. Ofereço minhas reflexões porque me pedem, sempre com a possibilidade de estar errado. Mas, sem dúvida, acreditando que estou acertando.

      Excluir
  11. Eduardo,me identifiquei muito com sua forma de pensar.

    ResponderExcluir
  12. Eduardo,

    Sua história me tocou muito. Sempre me senti assim, deslocado, fora do mundo, como se não fizesse parte dele. E realmente não faço. Tudo aqui é muito estranho, fpra do que seria normal.

    Mas como você mesmo diz, não há solução nem saída. Pelo contrário, só dis-solução (a diluição do ser-em-si), todo mundo virando pasta, sem forma nem essência. Mas há caminho. Pois a estrada é a mesma para todos. O caminho, cada um é que faz!

    E só se faz um caminho bom se houver essa de-cisão de fazê-lo. Não tem como viver de teorias. Ou a gente começa a abrir mão e experimentar o que é esse caminho novo, e vê a metamorfose acontecendo em nós, ou o que resta é como um sonho que eu tive.

    Sonhei que carregava um defunto com um amigo meu e procurávamos um lugar pra enterrá-lo. Mas a gente não encontrava. E tinhamos que passar a jornada toda carregando este defunto pra todo lado, inalando o cheiro do morto. Foi surreal pra mim. É o que muitos passam a vida carregando: um esquife cheio de morte, de coisas que absolutamente não são vida e a gente vai fazendo a jornada da vida carregando aquilo.

    Lembro-me do que um dia você disse: "não quero vencer na vida, eu quero viver". Eu também. E mais do que nunca esse sistema de ismos e coisas está perto de um colapso total, onde muitos vão aprender a duras penas o que é a vida.

    Eu quero SER pra o que vier!

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre me senti assim,que não era desse mundo,não fazia parte das ideias que todo o mundo achava,me sentia estranho,agora entendo

      Excluir
  13. Parabéns, querido. Somos irmãos de humanidade. Conte comigo! Me chamo Meire, moro em Ribeirão Preto -SP. Entrei rm contato com seus vídeos e sua sabedoria linda há poucos dias e AMEEEIII!!!! Tem tudo a ver com o que sinto... e com a angústia que venho sentindo ao longo dos anos. Comunicação com você é só por e-mail? Não tem whatsapp? Meu celular é Tim. Quero muito contacta-lo porque creio fortemente que poderemos evoluir juntos. Obrigada por existir, irmão querido. Beijos e um abraço repleto de carinho. (16)98116-1066
    Me ligue qualquer hora do dia ou da noite. Você não está sozinho. Beijos.😘 ❤

    ResponderExcluir
  14. Parabéns, querido. Somos irmãos de humanidade. Conte comigo! Me chamo Meire, moro em Ribeirão Preto -SP. Entrei rm contato com seus vídeos e sua sabedoria linda há poucos dias e AMEEEIII!!!! Tem tudo a ver com o que sinto... e com a angústia que venho sentindo ao longo dos anos. Comunicação com você é só por e-mail? Não tem whatsapp? Meu celular é Tim. Quero muito contacta-lo porque creio fortemente que poderemos evoluir juntos. Obrigada por existir, irmão querido. Beijos e um abraço repleto de carinho. (16)98116-1066
    Me ligue qualquer hora do dia ou da noite. Você não está sozinho. Beijos.😘 ❤

    ResponderExcluir
  15. Há solução! Ao me conhecer melhor, lendo dedicadamente os livros do sábio Eckhart Tolle, autor de O PODER DO AGORA e O DESPERTAR DE UMA NOVA CONSCIÊNCIA (seus principais livros) entre em contato com minha consciência descondicionada... é a paz dentro de nós, ou melhor, é o nosso céu interior. Daí tudo se explicou... vamos nos encontrar física ou virtualmente pra falarmos sobre isso. O ser humano está em evolução. Rh sou um exemplo vivo disso. Precisamos nos unir pra que nossas idéias comecem a transformar a existência humana tão condicionada, tão escravizada pela mente condicionada. Beijos em todos. 💕🌾💞🌺

    ResponderExcluir
  16. Eu sou um exemplo vivo disso... de que o ser humano está em ampla evolução.

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. Há solução! Ao me conhecer melhor, lendo dedicadamente os livros do sábio Eckhart Tolle, autor de O PODER DO AGORA e O DESPERTAR DE UMA NOVA CONSCIÊNCIA (seus principais livros) entre em contato com minha consciência descondicionada... é a paz dentro de nós, ou melhor, é o nosso céu interior. Daí tudo se explicou... vamos nos encontrar física ou virtualmente pra falarmos sobre isso. O ser humano está em evolução. Rh sou um exemplo vivo disso. Precisamos nos unir pra que nossas idéias comecem a transformar a existência humana tão condicionada, tão escravizada pela mente condicionada. Beijos em todos. 💕🌾💞🌺

    ResponderExcluir
  19. Esse pensamento imbecil comeca a nos perseguir ainda na infancia, quando os nossos proprios pais nos fazem competir com os membros da familia, da escola, da sociedade em geral. Eles cresceram assim, vivem assim e propagam essa estupidez sem nenhuma reflexao. Ai vem nossos professores nos dizerem que nao estudarmos nao seremos ninguém. Porra, mas ele ganham um salario de merda, dao aula para um bando de selvagens, estao entregues nas maos de pais que idolatram seus filhos rebeldes e mal educados, e essa figura vem me dizer que seu eu nao estudar nao serei ninguém? Eles sao alguém?
    Por outro lado, aqueles que me "instruiram" estudaram até o nivel superior, ralam como louco, ganham um salario de fome, vivem na mesma classe média e vem dizer pra mim que eu nao serei ninguém se eu nao estudar?
    Afinal, o que é ser alguém? O único que nos fazem é nos transformarem em seres famintos de vitoria, estratégicos inconsequentes, que burlam situacoes, enganam seus competidores, lambem os culhoes do seus chefes para obterem melhores posicoes na empresa. Eu sou partidario da tua filosofia, trabalho para uma corporacao americana, mas faco o meu e bem feito, por gostar de trabalhar, mas estou defecando e me locomovendo se o fulano foi promovido, se o outro ganha mais...
    Uma coisa é certa, todos os que cresceram profissionalmente e comecaram junto comigo, mesmo tendo 10 anos menos que eu, aparentam ter 10 anos mais. Estao gordos, calvos e o pouco de cabelo que possuem, estao brancos, com doencas coronarias e hipertensos.
    E aí, ganharam o que?
    E assim vamos vivendo, nessa corrida desenfreiada, sem meditarmos um segundo sequer sobre nossa condicao de escravos que somos de preceitos idiotas, impostos por idiotas, sejam quem sejam, e cada vez mais envenenando nosso sangue com agentes quimicos provenientes de anti-depressivos, apenas porque nao somos os vencedores dessa competicao. E quem acaba vencendo como sempre é a industria da enfermidade chamado mundo capitalista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conheça-te a ti mesmo e compreenderá o mundo... e se compadecerá por todos. Abraço carinhoso. 💖

      Excluir
    2. Conheça-te a ti mesmo e compreenderá o mundo... e se compadecerá por todos. Abraço carinhoso. 💖

      Excluir
  20. Olá... já leram UM NOVO MUNDO-O DESPERTAR DE UMA NOVA CONSCIÊNCIA, de Eckhart Tolle? Ele propõe que conheçamo-nos, e assim, descobriremos nosso verdadeiro eu... não esse eu carente e insano com o qual estamos acostumados. Nosso verdadeiro eu nos mostra o céu interior; um enorme tesouro que trazemos conosco e a grande maioria morre sem descobri-lo.
    Ao descobrirmos esse céu, o verdadeiro amor e a alegria transbordam em nós. Só amando verdadeiramente é que descobrimos a compaixão; caso contrário será sempre um toma lá, dá cá... uma troca de interesses. Leiam A PESQUISADORA QUE CUROU SEU PRÓPRIO CÉREBRO, de Jill Bolte Taylor. A autora conta a sua luta pra voltar a viver "normalmente", após sofrer um sério derrame no hemisfério esquerdo do cérebro. Com sua consciência toda no hemisfério direito ela sentiu o Céu interior no hemisfério direito.
    Quanto mais me conheço, mais conheço meu semelhante e assim compreendo a insanidade humana e vejo solução. Quando percebemos o CÉU interior, tem inícios a nossa auto-transformação. E é então que começa o nascimento de uma NOVA TERRA.
    É esse o caminho, meus irmãos. Obrigada por coexistirem comigo.
    Meu e-mail:meiregal@yahoo.com.br ou meiregalvao2012@gmail.com. Abraço carinhoso em todos.��

    ResponderExcluir
  21. Detalhe fundamental: nosso verdadeiro Eu está no AGORA... no momento onde a Vida acontece. FOQUEM NA RESPIRAÇÃO e estarão n9 FLUXO DA VIDA. É ONDE ESTÁ A INTELIGÊNCIA MAIOR QUE REGE O UNIVERSO. Beijos em todos.💖

    ResponderExcluir
  22. Detalhe fundamental: nosso verdadeiro Eu está no AGORA... no momento onde a Vida acontece. FOQUEM NA RESPIRAÇÃO e estarão n9 FLUXO DA VIDA. É ONDE ESTÁ A INTELIGÊNCIA MAIOR QUE REGE O UNIVERSO. Beijos em todos.💖

    ResponderExcluir
  23. Olá... já leram UM NOVO MUNDO-O DESPERTAR DE UMA NOVA CONSCIÊNCIA, de Eckhart Tolle? Ele propõe que conheçamo-nos, e assim, descobriremos nosso verdadeiro eu... não esse eu carente e insano com o qual estamos acostumados. Nosso verdadeiro eu nos mostra o céu interior; um enorme tesouro que trazemos conosco e a grande maioria morre sem descobri-lo.
    Ao descobrirmos esse céu, o verdadeiro amor e a alegria transbordam em nós. Só amando verdadeiramente é que descobrimos a compaixão; caso contrário será sempre um toma lá, dá cá... uma troca de interesses. Leiam A PESQUISADORA QUE CUROU SEU PRÓPRIO CÉREBRO, de Jill Bolte Taylor. A autora conta a sua luta pra voltar a viver "normalmente", após sofrer um sério derrame no hemisfério esquerdo do cérebro. Com sua consciência toda no hemisfério direito ela sentiu o Céu interior no hemisfério direito.
    Quanto mais me conheço, mais conheço meu semelhante e assim compreendo a insanidade humana e vejo solução. Quando percebemos o CÉU interior, tem inícios a nossa auto-transformação. E é então que começa o nascimento de uma NOVA TERRA.
    É esse o caminho, meus irmãos. Obrigada por coexistirem comigo.
    Meu e-mail:meiregal@yahoo.com.br ou meiregalvao2012@gmail.com. Abraço carinhoso em todos.��

    ResponderExcluir
  24. A maioria das pessoas com quem cresci e aprendi muitas coisas da vida tem noção de tudo isso que é falado, e explicado, porém pra elas uma coisa é certa, sem você ter um trabalho que te pague, porcamente mas paga, sem ter o dinheiro pra te custear as necessidades básicas, essas pessoas não continuariam sobrevivendo. Por mais nojento que seja. A realidade de quem vive nas periferias é a que se impõe; sem dinheiro você não consegue viver de forma digna. Como você fala pra uma pessoa com 3 filhos pra cuidar que ele não precisa competir, quando ele tem 4 caixas de leite por mês pra comprar. O que eu quero dizer é que cada um vive do jeito que acha melhor e cada um sabe onde aperta o calo, logo, toda essa questão de consciência humanitária é bonita e faz sentido, porém o que essas pessoas vão fazer se não trabalharem, seja nas multinacionais, seja na casa dos ricos servindo-os, eles passariam fome, muitos deles dão graças a deus de ter um emprego de 1000 reais por mês pra poder ter o que comer, eu dou graças a deus de ter um emprego desses, e sei que tem gente que ganha muito menos, e ta feliz, então essa história de consciência e tal tal tal, se aplica muito bem e de forma bonita no mundo da ideias, porque no mundo real,a realidade é outra. Não quero discutir nem causar desavença, só digo que tem os dois lados da moeda.

    ResponderExcluir
  25. "É preciso dar sentido à vida e o caminhar é permanente". é isso aí :) um grande abraço pra ti

    ResponderExcluir
  26. Gostei muito da parte que fala sobre "revolta programada" nunca tinha pesado nesse sentido... Parabéns por mais um texto que me pôs pra pensar... Valeu parceiro

    ResponderExcluir
  27. Gostei muito da parte que fala sobre "revolta programada" nunca tinha pesado nesse sentido... Parabéns por mais um texto que me pôs pra pensar... Valeu parceiro

    ResponderExcluir
  28. Tradução de impressões:
    "É preciso dar sentido à vida e o caminhar é permanente".
    E trata-se do ritmo, da formação do verbo e a colocação das palavras à luz dos valores. Como é bom ler quem deixa o pensamento solto, quem distorce a ênfase e traz a leitura o tom da sua voz.
    Entre ganhar e perder, prefiro caminhar e me abster dessa ideia louca de que um dia tive alguma coisa.
    Na vida é tudo tão perene e tão mutável. De minha parte cabe a fidelidade ao que acredito como certo, a felicidade sem pressa, os vínculos de VERDADE.
    VERDADE? Verdade é aquilo que faz bem ao coração, que não machuca o outro, que não esconde a razão.
    A verdade era o caminho para vida e a razão do coração.
    Encantamento é quando encontramos a riqueza dentro de um ser humano.
    Gratidão.

    ResponderExcluir
  29. Querido Eduardo !!
    Nesse instante ao te "conhecer" e ao me identificar, percebo um equívoco seu ao mencionar a sociedade. Tudo o que tenho observado durante esses 32 anos de existência é que toda essa sociedade corrupta etc etc etc... Competição: ganha\ perde, enfim ... Capitalismo, dinheiro, ganância e todas as coisas ruins mencionadas em algumas coisas lidas é que no fundo de cada ser todos sofrem !!!! Até os vencidos, até os ricos, até os corruptos. São prisioneiros de si mesmo, na qual me traz sentimento de mais pena do que raiva. Pessoas essas que não enxergam aos olhos físicos e da mente o poder que temos e que a natureza nos propõe. Sinto pena da população que entraram nesse ciclo e não sabem sair dela, até porque precisam de um exarcebado de remédio para se controlar. Ó tristeza, nem os remédios trazem esse benefício !!!! Que lástima..... Querido, tenho certeza do caminho da luz, na qual estamos aqui nesse lugar chamado Terra, mas somos muito novinhos ainda, somos como os bebês, ignorantes !!!! Eles não sabem o que fazem....

    ResponderExcluir
  30. Retira o que eu disse acima, não consegui parar de ver seus vídeos no YouTube !!!
    Abraços Fran

    ResponderExcluir

observar e absorver

Aqui procuramos causar reflexão.