quinta-feira, 4 de outubro de 2018

Mar Grande, Bahia, 1982/3

Em Mar Grande, na ilha de Itaparica, eu morava com Brisa neném e a mãe no morro da Pirâmide. O abastecimento de água era feito com latas e era preciso descer o morro duas vezes, até o poço lá embaixo, no meio de um monte de mangueiras, pra suprir as necessidades da casa. Na "balança", uma vara com uma lata de cada lado. Uma vez resolvi fazer uma viagem só e pendurei quatro latas. Eram setenta e dois litros de água, dezoito em cada lata, e foi um esforço grande pra subir as trilhas. No outro dia eu tinha o corpo tão dolorido que deixei de "preguiça" e voltei a fazer duas viagens.

5 comentários:

  1. Marinho, queria saber se eu podia trocar umas palavras com você, imagino que seja algo que muita gente busque e se não puder gostaria apenas de um não, obg desde ja.

    ResponderExcluir
  2. Esses excessos são perigosos, e a gente só se dá conta disso com a idade.

    ResponderExcluir
  3. sabe isso me fez lembrar de quando era criança, nos domingos dia de culto na pequena capela de interior, depois de caminhas uns 4 km, a nossa responsabilidade como coroinha era ir no oio (nascente) de água pegar água fresca para o culto, era um sacrifício para nós crianças em trazer um jaro de água, muitas vezes chegava pela metade, mas era tão bom o caminho até chegar ao poço, e ao chegar la naquela água fresca e refrescante ali começava nossa oração, a transformação em pegar aquela pequena jara de água era uma mudança gigantesca, que ao sentir o cheiro do mato e o barulho da água com a companhia daquela criançada dando risada e fazendo as estripulia, muitas vezes caia no barro e ficar a manhã toda embarrada no culto ainda, mostrava que a nossa semana se iniciava naquele momento. Momentos que me transformaram em uma pessoa que acumula muitos momentos

    ResponderExcluir
  4. Olá Eduardo, te admiro muito, suas palavras sempre são causa de desilusões (no sentido de desiludir-me)! Sei que está muito acima desse tipo de "observação superficial", mas uma coisa que sempre penso quando te vejo, é que você é muito bonito! Primeira vez que entro no blog e adorei ler as histórias! Gratidão por compartilhar conosco suas experiências. Que cada um de nós, ao ler, tenha saído com uma semente de amor dentro de si!

    ResponderExcluir
  5. trabalho = força x deslocamento.. trabalho é fo.da !!!

    ResponderExcluir

observar e absorver

Aqui procuramos causar reflexão.