terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Miséria moral no domínio social

Uma sensação estranha, vendo nos cargos do poder dito "público" figuras tão descaradamente mesquinhas, emanando grosseria e ignorância, insensibilidade social explícita. Vejo o aumento dos zumbis nas noites, do desabrigo, da miséria, das situações de fermentação da violência e da criminalidade externa, de rua, que alcança a esmagadora maioria e serve à mídia pra apavorar e paralisar a população. A criminalidade interna, que infesta os círculos de poder, não se mostra, não se vê, não se permite perceber. Estão nos bastidores, acima dos chamados "poderes públicos". E é daí que brotam as decisões perversas que criam o caos social, impõem a ignorância e a desinformação, impedem o Estado de cumprir a sua própria constituição, roubando direitos básicos à população. Assim se garante acesso ao roubo principal, os saques econômicos, financeiros e mega-empresariais dos recursos e das riquezas da nação, em benefício dos poucos podres de ricos, que já têm muito mais do que precisariam pra viver muitas vidas fartas. E na barbárie social causada, miséria, ignorância, exploração desenfreada, na exclusão, no abandono brota a fonte farta da criminalidade que fornece "trabalhadores" aos empresários dos crimes organizados, "mão-de-obra" inesgotável e sem direitos trabalhistas. Serviços públicos não fazem nem por merecer o nome, sabotados pelo próprio sistema social. É a exigência, indiferente ao sofrimento de milhões, dos poderes econômicos que dominam o Estado em todas as áreas, comandados por banqueiros internacionais que parasitam o mundo. A dor das multidões alimenta sua ambição desumana. Os cúmplices executivos, traidores dos seus povos, são pinçados da coletividade pra ocupar os cargos de mando social, a seu serviço. Desta vez, com raiva dos últimos "capatazes" - benevolentes demais com os escravizados -, puseram uma corja especialmente perversa, com todas as artimanhas da condução de mentalidades, na difamação, na produção de sentimentos de rejeição com o massacre midiático e pelas redes sociais, profundamente, usando os dados pessoais coletados pra isso e milhões de mensagens falsas, distorcidas, mentirosas, sutis e grosseiras, em todos os níveis, estimulando o ódio e o conflito pra evitar o entendimento do que estava acontecendo. Era uma troca de capatazes. Os benevolentes saíram, entraram os sádicos. E aos que perguntam qual é "a solução" ou "a saída", respondo que a saída é a morte e não há outra. E que é do enxergamento e do entendimento da criminalidade entranhada no "aparato público", sequestrado pelos poderes econômicos instalados acima dos tais "poderes", que vão brotar as soluções - e não "a solução" -, nos locais onde se fizerem necessárias. Soluções locais e decididas pelos locais. Um passo no processo que deve se seguir ao esclarecimento, à percepção de que é preciso tomar a vida nas próprias mãos, e não esperar por salvadores improváveis, na expectativa artificial e falsa que torna as pessoas passivas, sem iniciativa e sem poder de decisão.

18 comentários:

  1. Precisamos despertar para ver a realidade como esse cara, sair da ignorância, da falta de compreensão e aceitação. Abraço grande Eduardo.

    ResponderExcluir
  2. Oi Eduardo ... sempre bom ler suas postagens.Realmente o que falta é autonomia de pensamento, só assim se é livre!

    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Você tem o dom de ler a sociedade. É impressionante. Te admiro. Todos percebem tudo que você fala mas não conseguimos nem de longe esclarecer tão bem

    ResponderExcluir
  4. Oi Eduardo! O link de ver o tampo não está funcionando. Tô tentando e não consigo ver!

    ResponderExcluir
  5. Vídeo censurado pelo youtube https://www.youtube.com/watch?v=qaYlkl87ULY

    ResponderExcluir
  6. Em uma sociedade democrática, justa e lógica, existem a concordância e a discordância. Neste sentido escrevo sobre os pontos em que discordo de seus pensamentos escritos nesta postagem.

    Meu nome é Gilvoneick de Souza, sou ativista socioambiental militante, e ajudei a construir muitos dos espaços de participação social, como Conselhos, Comitês dentre outros.

    Teve um momento na minha caminhada, que eu pensava como você, e acreditava que a culpa era do sistema, sistema este que impunha a ignorância a massa proletária, para que a dominação ocorra.

    Depois de um tempo, percebi, que é da própria massa proletária, que em seu comodismo, esse sim trabalhado pelo sistema; espera sempre que este forneça, pense, e decida por ela a massa, que paga a conta.

    A cultura de cada um por si, e que se dane o resto, onde a culpa é sempre do sistema, ou do outro, vem muito antes da colonização do Brasil, esta na concepção humana, onde um espermatozoide luta com os demais para alcanças o óvulo e fecundá-lo, ou seja; esta na essência do ser humano.

    Países mais antigos e seus habitantes, que vem trabalhando esta essência humana a mais tempo, já consegue se desvencilhar-se de parte desta, alcançando uma maior quantidade de entendimentos coletivos, onde um é, e faz parte, direta ou indiretamente do outro, pois estão no mesmo sistema terrestre.

    Como eu escrevi acima; apenas partes de habitantes destes países, pois estes ainda lutam e disputam com os demais países, se individualizando, como se o que se faz em um país não fosse afetar o outro, mesmo o ambiente demonstrando o contrário, onde o degelo nos polos afetam cidades distantes destes, por estarem no mesmo sistema terrestre.

    Ou quando um Estado brasileiro polui, e seu poluente afeta outro Estado, em um efeito em cadeia, afetando consequentemente também o Estado produtor do poluente.

    Esta visão humana limitada, ainda esta muito longe de se transformar, e quando isto acontecer; não teremos rivalidades entre Estados e Países, pois seremos o que somos TERRESTRES, respeitando inclusive os outros seres terrestres viventes neste planeta.

    É triste, constatarmos, que não será pelos diálogos e constatações, que nos transformaremos, pois se este fosse o caminho, já teríamos o alcançado.

    A transformação humana se dará como as demais transformações ocorridas no PLANETA, com este agindo e eliminando de seu sistema, nós os PARASITAS, bem como boa parte das outras espécies viventes do PLANETA, igualzinho, quando formatamos um PC, por este esta contaminado, e a recuperação não e mais possível.


    Gilvoneick de Souza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E quando uma empresa da Noruega proibe poluição industrial em seu país mas o faz no Brasil e em outros países, estão inclusos nesse seu pensamento TERRESTRE ? Me parece que no seu ponto de vista a Noruega seria um exemplo, pois prega a ajuda humanitária, o salvamento da amazônia e etc. Na prática coloca inúmeras empresas dentro de outros países que fazem exatamente o oposto do discurso que estão pregando, mas a aparência de que eles estão "cuidando do planeta" continua e ao meu ver você está caindo nesse conto do vigário.
      Abraços

      Excluir
    2. O mesmo caso com a Alemanha onde a construção de usina nuclear é proibida por "questões ambientais", no entanto aqui no Brasil em Angra dos Reis tem usina nuclear construída por empresas Alemãs.. muito evoluídos mesmo planetariamente ..é só um ponto que estou colocando pois esse discurso de cuidar do planeta e sustentabilidade ambiental é forte em alguns países da Europa, que aparentam estar nesse estado de consciência ambiental mais elevado que você se referiu, mas na realidade tem muita sujeira por baixo do pano que não aparece, eles estão na mesma lama que a gente.. jogando lixo radioativo na costa da Mauritânia, dejetos químicos em rios do Brasil e assim por diante.

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Como um goveno pode ser a favor da populacao?
    Se nao tiver desiguadade nao tem violência. Se nao tiver violência nao precisa de Polícia. Ai que vai defender o estado que massacra a população?
    A quem pertencem os bancos?
    A divida externa dos países e paga a quem?
    A maior parte da riquesa pertece a quais familias?
    A cada dia que passa a cutura vai sendo mudada e as pessoas estao vivendo na iniguidade.A quem interessa isso?
    Se todos almejam a felicidade por q vão em sentido oposto?
    Quer iguadade?
    Valorize os pequenos produtores, esqueçam a vaidade, tire o dinheiro dos bancos.
    Educacao(escola)nuca vai melhorar o mundo!
    O sentido da vida e apenas viver!
    Feliz daquele que tem fome e sede de justiça, por que um dia será farto.




    ResponderExcluir
  9. Realidade dura e crua, fato diário e histórico, pra quem está de fora, só com palavras, críticas e vaias, não mudam nada NADA nada mesmo
    É preciso ser inciso eliminar o tomate, a batata, a banana bactericida da caixa, pra não contaminar 99% do conteúdo da caixa.
    E não pára por aí, uma fez feito, tem-se que fazer sempre a manutenção e a eliminação...!!!

    ResponderExcluir
  10. Parabéns, você é um gênio, você fala a verdade, escondida por quase todos.(como diz o próprio provérbio). "Conhecereis a verdade, e a verdade os libertaras."

    ResponderExcluir

observar e absorver

Aqui procuramos causar reflexão.